Principais dúvidas sobre o pós operatório cirurgia ortognática

Sobre o que vamos falar hoje:

Após qualquer intervenção cirúrgica, é natural que a região do corpo onde foi feito o procedimento manifeste algumas reações, devido ao trauma que a cirurgia provoca no organismo do paciente.

Quando essa intervenção cirúrgica ocorre na face, o período pós operatório da cirurgia ortognática apresenta uma série de peculiaridades que devem ser mencionadas para que o processo final do tratamento seja um sucesso e os resultados, satisfatórios.

Lembrando que o pós-operatório da cirurgia ortognática dura, em média, de 06 a 12 meses, devido a sua complexidade. Porém, com apenas 02 dias após a cirurgia é possível passar toda a recuperação em casa, com os devidos cuidados e medicamentos.

Por isso, eu separei algumas informações que te ajudarão a passar por essa etapa final com tranquilidade para que obtenha o melhor resultado da sua cirurgia ortognática. Continue lendo o artigo até o final.

Converse sempre com o seu médico

Manter um contato próximo com o médico e encontrar um médico que esteja sempre disposto e dedicado aos seus cuidados pós-operatórios faz total diferença na sua recuperação como um todo.

É muito provável que você possa ter dúvidas durante a sua recuperação e por isso é tão importante ter um médico para acompanhar seu pós-operatório mais de perto, assim ele consegue lidar mais rápido caso surja algum problema durante o processo.

Tendo essa proximidade com o médico especialista, será criada uma relação de confiança e todo o tratamento será levado com muita naturalidade, segurança e honestidade. Isso faz uma diferença enorme na última etapa do tratamento.

Seja a sua necessidade a correção do prognatismo ou do retrognatismo, mantenha contato com o médico durante todo o processo, desde o pré-operatório até o final da sua recuperação.

Principais dúvidas sobre o pós-operatório

As dúvidas do pós operatório cirurgia ortognática são frequentes, já que, embora seja um procedimento que vem se popularizando com o tempo, ainda é bastante desconhecido por quem tem alguma deformidade dentofacial. 

Por isso, separei para você as dúvidas mais comuns, para que possa entender e se preparar para a etapa final do seu tratamento. Vamos lá?

Vou sentir dor após a cirurgia ortognática?

A dor é um sintoma comum em qualquer procedimento operatório, porém a intensidade da dor é muito subjetiva para cada paciente. 

Nos primeiros cinco dias, se faz o uso de medicação analgésica e anti-inflamatória para aliviar as dores do pós-operatório.

Se durante o período pós operatório cirurgia ortognática as dores forem muito agudas e intensas, o médico especialista deve ser procurado porque esse sintoma não é comum para intervenções cirúrgicas nos ossos da face.

Vou inchar depois da cirurgia?

Outro sintoma do pós-operatório da cirurgia ortognática é o aparecimento de inchaço ou edema facial, que pode durar até 72h após o procedimento. 

Neste caso, considera-se a fisiologia do paciente, a complexidade da cirurgia e a experiência do cirurgião nos procedimentos aplicados.

O inchaço vai desaparecendo conforme um padrão temporal já observado pelos especialistas em cirurgia ortognática. 

Com até 21 dias, o inchaço do pós-operatório está reduzido. Por fim, após 30 dias se inicia a reorganização linfática e venosa do paciente.

Vou sair da cirurgia com a boca amarrada?

Não é mais usado o bloqueio total da boca no pós operatório cirurgia ortognática, apenas são colocados alguns elásticos entre as arcadas dentárias para ajustar e guiar a oclusão (mordida), alterada durante o procedimento cirúrgico.

Esse recursos é geralmente utilizado para redirecionar a memória muscular que tenta manter o “posicionamento original” da mordida do paciente, por isso os elásticos são utilizados no pós-operatório para reeducar o funcionamento das partes operadas.

O uso destes elásticos também ajudam a manter os côndilos próximos de sua normalidade dimensional, evitando estiramentos da cápsula articular que podem ser danosos às estruturas articulares. 

Por fim, há casos em que se utiliza uma fixação interna rígida, com sistemas de grande precisão e adaptação, que permitem que – em determinados casos – não seja necessário o uso de qualquer elástico maxilomandibular.

Quando vou conseguir me alimentar normalmente no pós-operatório?

Nas primeiras 03 semanas do pós operatório cirurgia ortognática é comum o paciente apresentar inchaço e inflamação na região operada. Por isso, se deve consumir uma alimentação líquida e pastosa. 

Alimentos nutritivos e que ajudam a se recuperar melhor, além de não prejudicarem a recuperação, são:

  • Sopas;
  • Gelatina;
  • Iogurte;
  • Purê de batatas;
  • Frutas amassadas, etc.

Depois deste período, o cirurgião bucomaxilofacial vai orientar a volta gradual da ingestão de outros tipos de alimentos mais moles, a depender do tipo e extensão da cirurgia. 

Após 8 semanas do pós operatório cirurgia ortognática, o paciente já poderá começar a mastigar alimentos de consistência semelhante ao consumido antes do procedimento cirúrgico. 

Por exemplo:

  • Arroz;
  • Feijão; 
  • Macarrão; 
  • Carnes cozidas desfiadas etc. 

Por fim, alimentos mais duros devem ser evitados (pão italiano, maçãs, carnes mais duras etc.) devem ser evitados até que sejam liberados pelo cirurgião. Tal recomendação ocorre, geralmente, após o terceiro mês de pós-operatório.

Qual é o risco de infecção após a cirurgia ortognática?

O risco de infecção no pós-operatório cirurgia ortognática é muito baixo, devido a face ser muito vascularizada e produzir muitos anticorpos e células que reforçam a imunidade do paciente operado.

O uso de antibióticos se dá antes da cirurgia, como medida profilática. Em casos bem específicos e devido a problemas de saúde do paciente, se mantém o uso dessa medicação no pós-operatório por mais 07 dias, como medida preventiva.

Qual é o tempo de afastamento do trabalho, da escola e de atividades físicas?

Não existe um padrão de recuperação no pós operatório cirurgia ortognática, porque depende muito da fisiologia de cada paciente recém-operado. 

Normalmente, 14 dias são suficientes para que haja recuperação suficiente para o retorno ao trabalho ou aos estudos.

Porém, neste caso o paciente não pode fazer esforço físico. Porque o prazo ideal e mais seguro para recuperação é, em média, de 04 semanas. 

As atividades pesadas só poderão ser retomadas de 02 a 03 meses após o pós-operatório, com liberação médica.

Cuidados que você deve ter no pós-operatório

Alguns cuidados são recomendados para que o pós-operatório seja tranquilo, rápido e satisfatório. Por isso, listei aqui alguns para te ajudar no processo de recuperação.

Cuidados físicos

Esforços físicos e excessiva exposição solar devem ser evitados por, pelo menos, 30 dias após o pós operatório cirurgia ortognática. 

Neste período, o paciente deve guardar repouso e sair apenas para as consultas programadas.

Em 15 dias de pós operatório cirurgia ortognática, é possível retomar o trabalho e os estudos, desde que não haja grande esforço físico. 

E, somente após 90 dias, é que está liberado à prática de atividades físicas mais intensas, devido ao risco de impacto das atividades desportivas.

Cuidados na alimentação

Durante 03 semanas do pós-operatório, a alimentação do paciente deve ser exclusivamente líquida ou pastosa. Neste período, estão liberados:

  • Sucos;
  • Vitaminas;
  • Sopas, caldos, canjas e afins.

Após esse período o cirurgião vai indicar a volta gradual do consumo de outros alimentos. É comum que se retome a ingestão de alimentos mais sólidos após 08 semanas de pós-operatório, como arroz, feijão, macarrão, carnes cozidas desfiadas etc.

Alimentos mais sólidos passarão a ser consumidos, com a devida autorização médica, no pós-operatório depois de 90 dias, porque podem influenciar no período de cicatrização da cirurgia ortognática.

Cuidados com a higiene

A higiene bucal no pós-operatório da cirurgia ortognática é delicada nos primeiros dias, devido ao inchaço e as dores próprias de qualquer procedimento cirúrgico realizado. Não se recomenda nenhum tipo de escova ou pasta específica.

Por uma questão de conforto do paciente, são indicadas escovas mais macias e com cabos flexíveis para facilitar a higienização no pós-operatório

Esse processo deve ser feito pelo próprio paciente, porque ele saberá medir o desconforto desse procedimento.

Por fim, recomendo o uso de qualquer enxaguante bucal sem álcool para bochecho, após a escovação. Lembrando que isso é um procedimento que não substitui a escovação.

Acompanhamento médico no pós-operatório

Todo o tratamento que envolve anomalias ou deformidade dentofacial deve ser acompanhado por um especialista qualificado, para que os resultados sejam os melhores possíveis.

Nesse sentido, certifique-se de que o profissional escolhido poderá acompanhar todo o tratamento, desde o seu diagnóstico até o processo pós-operatório. 

Portanto, se você chegou até aqui mas ainda tem perguntas que não estão na lista que elenquei acima, clique no botão abaixo e agende uma consulta para tirar todas as suas dúvidas sobre o pós operatório cirurgia ortognática.

Gostou? Deixe um comentário!

Compartilhe

SOBRE O AUTOR

Dr. Ícaro Guilherme

Sou Icaro Guilherme, cirurgião bucomaxilofacial especialista pela Universidade de São Paulo (USP – SP). Realizei residência na área pelo Hospital Universitário da USP durante 3 anos e em quase 9 mil horas tive a oportunidade de aprender com grandes nomes da cirurgia nacional e internacional.

Receba conteúdos exclusivos

Se inscreva na nossa newsletter e fique por dentro das novidades!

Contatos

Redes Sociais